Londres
18 °C

​Jornalista é morta em ação “antiterrorista” na Irlanda do Norte

|


(LONDRES ) Por Cristiane Lebelem 


Lyra Mckee foi atingida por um disparo de arma de fogo por volta das 11pm, na noite desta quinta-feira (18), em uma ação policial na região de Derry (área residencial de Belfast, capital da Irlanda do Norte). A jornalista de apenas 29 anos foi morta por um tiro no meio de uma confusão grande confusão que incluiu até coquetel Molotov.



Irishterroratacck diretodelondres lyramackee

Reprodução - Região de Derry ( Belfast - Irlanda do Norte) na noite desta quinta-feira (18) durante o que a polícia classificou de possível ataque terrorista.



Na manhã da sexta-feira (19), a polícia da Irlanda do Norte, classificou a morte da jornalista como um incidente. Pelas informações do porta-voz da autoridade policial local, ela teria sido levada para o hospital, mas não houve possibilidade de sobrevivência, disse ele em uma coletiva de imprensa em Belfast.


Pelas redes sociais da Irlanda do Norte e de todo o Reino Unido houve uma verdadeira comoção de intelectuais e populares, solidários pela jornalista McKee, e também pela possibilidade da existência de um novo grupo terrorista, similar ao antigo IRA (organização paramilitar - Exército Republicano Irlandês). A luta no passado, posicionava católicos e protestantes numa guerra social. Lyra era um tipo de jornalista, segundo seus seguidores e colegas, que não tinha medo de contar as histórias e investigar. Sua publicação The Lost Boys é um livro que fala de um dos períodos mais dolorosos da história recente do país. 


Mckee em 2016  foi elencada como uma das jovens jornalistas mais atuantes, A revista Forbes listou seu nome na prestigiosa “30 under 30 in media". Ela era responsável por diversas publicações online que davam conta de contar a história e os fatos mais recentes da vida da Irlanda, que tanto lutou para ter paz entre católicos e protestantes.



Pelo Reino Unido e por toda a Europa a notícia da morte da jornalista é tida como uma momento socialmente delicado para as relações na região.


Lyra Mackee diretodelondrescomcristianelebelem


Reprodução Facebook

Nenhum comentário

Deixe seu comentário