Londres
19 °C

Em Londres, médicos indicam que paciente está livre do vírus da AIDS

|

(LONDRES - BRIXTON) Cientistas confirmam que, em Londres, um paciente portador do vírus da AIDS já está em estado de remissão e não apresenta mais nenhum sinal da doença há 18 meses. O homem chamado apenas por “paciente de Londres” é o segundo caso bem sucedido após o transplante de células tronco.


A cura definitiva para o vírus da AIDS pode estar cada vez mais próxima, já que os avanços da ciência no campo da medicina estão apresentando resultados positivos.


O “paciente de Londres” é um homem que foi diagnosticado com HIV em 2003, e aceitou passar por um complicado transplante de células tronco. O doador tinha uma mutação genética chamada de CCR5 delta 32 e, por conta disso, garantiu uma alteração no sistema imunológico do transplantado criando resistência ao vírus.


Segundo os médicos, aquela era uma última chance de sobrevivência para ele, que já se encontrava muito doente.


Atualmente fazem 18 meses que o homem não identificado não toma nenhum tipo de medicamento para tratamento da doença e não apresenta mais sinais do vírus no organismo. O que foi considerado pelos médicos como um estado de remissão. Já que para eles ainda é muito cedo para o considerar curado.


Entretanto, essa notícia foi considerada extremamente positiva e um caminho para a cura definitiva da AIDS.  



Laboratory 2815641 1280


Nenhum comentário

Deixe seu comentário